compartilhe

O que fazer se seu filho só ouve funk proibidão?

Por Priscilla Negrão - em 22/03/19

Por aqui a gente sempre diz que se queremos que as crianças curtam boa música e não canções sexualizadas cheias de grosserias e palavrões, precisamos apresentar para elas o que é uma boa melodia e uma boa letra. E quando a família vai junto curtir um som, sempre ensina muito para a criança. Afinal, o que fazemos ensina muito mais do que falamos. A prática é sempre mais forte que o discurso.

Aqui em casa a gente pratica isso e os pequenos já curtem muitos sons bacanas, de Queen a The Whoo, passando por MPB, Paralamas do Sucesso, Chitaozinho&Xororó, Alceu Valença, Bon Jovi, jazz, funk, Bruno Marz, Ed Sheeran, Coldplay e Biquini Cavadão. Rola o funk do bem por aqui também, mas da época que o refrão ainda era o “Se ela dança eu danço” e nada de coloca isso naquilo e bate o traseiro no chão.

Tem também o segmento infantil, do Mundo Bita e da Galinha Pintadinha e do Palavra Cantada (adoro!), mas tentamos ir além e apresentar muito mais: bem eclético, mas tudo de qualidade, cada um no seu segmento musical.

E curtimos em família: colocamos no carro, na sala de casa, e sempre que dá, levamos eles a shows. A estratégia tem funcionado. Por aqui, nada de funk do tipo coloca isso naquilo, bate isso no chão… nada contra, veja bem, eu até gosto de funk, acho uma delícia dançar, mas não acho que seja música pra criança, nem que contribua na formação musical de ninguém.

O funk não é o vilão. Algumas músicas servem como críticas sociais e retratam a realidade de diversas favelas nacionais, mas tem muito funk com letras e clipes machistas e misóginos, pregando principalmente violência contra as mulheres. E o pior é ver a turma dançando os proibidões na maior, sem nem se dar conta do que a letra diz.

Acho que o funk que tem um som bem feito, vocais bem produzidos, melodia e letra no mínimo razoável, como Anitta, Iza, Ludimila (e mesmo assim selecionando parte do repertório delas, nem tudo que elas fazem é bacana), ainda dá pra ouvir com a criançada. Mas funk do tipo “Mc Kevinho”, “Mc Kekel” e “Mc Brinquedo” não entra aqui em casa, e não deveria entrar na casa de ninguém que tenha crianças e preze por uma boa educação. Funkeiros infantis então nem pensar!

Vamos lembrar que o Ministério Público de São Paulo abriu o inquérito em abril de 2015 para investigar material de vários funkeiros mirins, como MC Melody, MCs Princesa e Plebeia, MC 2K, Mc Bin Laden, Mc Brinquedo e Mc Pikachu. O impacto das investigações foi tamanho que a MC Melody mudou de visual e canta músicas menos sensualizadas agora. Por outro lado, ainda encontramos facilmente coisas deploráveis no Youtube (cadê a responsabilidade, heim Youtube?) como o clipe do MC Vilãozin, de 6 anos, que estava entre os funkeiros mirins investigados pelo MP por conteúdo erótico.

Por isso, fica a dica: menos youtube na vida, mais passeios!

Aproveitem o show do Legião Urbana Cover do Brasil, e muitos outros que rolam em SP e agente sempre indica por aqui, pra ensinar para essa nova geração o que é música boa. Tenho certeza que a gente cria uma geração mais pacífica e menos violenta quando, em vez deles cantarem letras como “pega, bota na tcheca e depois solta na banguela”, do Mc MM (aqui tem uma lista com outras coisas horríveis como essa pra você deletar e bloquear do seu celular e youtube), ver eles cantando canções que falam das coisas bonitas da vida e da paz.

Partiu curtir um show? Confira aqui mais dicas de shows pra aproveitar em família:

Legião Urbana Cover do Brasil faz show gratuito no aniversário do Shopping Praça da Moça

Fins de semanas roqueiros? Yeah! Festival de Rock para Crianças agita o Open Mall The Square, na Granja Vianna

Atenção criançada! Patati e Patatá fazem show gratuito no Central Plaza Shopping

Música no feriado! Show do Bita – Viva as descobertas se apresenta no Teatro Sérgio Cardoso

Galeria:
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!