compartilhe

É preciso cuidados específicos com as mamas para amamentar?

Por Eneida Souza - Publicado em 18/10/18

Todo cuidado durante o período da amamentação é muito bem-vindo para garantir que esta etapa da maternidade seja a mais confortável possível para mãe e bebê. Amamentar é um processo de aprendizado e conexão entre a mulher e a criança que pode trazer alguns desafios. Embora não haja nenhum cuidado específico que deva ser tomado em relação às mamas, é importante seguir algumas dicas que facilitam o processo da amamentação.

Procurar uma posição confortável e um ambiente tranquilo para o momento da amamentação é um dos primeiros passos. Antes do bebê iniciar a sucção do leite, massageie as mamas com movimentos circulares e verifique se a aréola está com a pele amolecida. Se estiver muito esticada e tensa, será preciso retirar um pouco do leite antes de iniciar a amamentação para que o bebê tenha maior facilidade para se alimentar.

Leia mais: O bebê nasceu, e agora?

Outra dica é escolher a mama a ser oferecida à criança e sempre lembrar de alterná-las durante a mamada. Encontrar a pega correta também é um desafio para algumas mães, então, tenha em mente que o mamilo deve estar sempre na direção da boca do bebê.

Para isso, o estimule-o a abrir a boca e, rapidamente leve-o até a mama. É comum que demore um pouco para que a criança inicie a pega e comece a ordenha do leite materno, não se preocupe, pois, este aprendizado faz parte do processo.

Durante a amamentação, a mãe deve sentir um desconforto inicial – que desaparece após algumas sucções –, já que os seios são uma região muito sensível para a maioria das mulheres. Caso a dor persista durante a mamada, retire o bebê do seio e reposicione-o na mesma mama ou na outra, caso seja mais confortável.

Leia mais: Como se preparar para o parto e para a amamentação?

Quanto a higiene dos seios, dois banhos por dia e manter o sutiã seco são suficientes. Para evitar fissuras, atenção à pega correta! Após todas as mamadas utilize lanolina 100% purificada pois ela irá hidratar a pele contribuindo para que a amamentação ocorra com mais tranquilidade.

Nos casos em que a rachadura já tenha ocorrido ou esteja muito profunda, a indicação é massagear as mamas e drenar manualmente o leite. O uso da concha protetora à base de silicone também ajuda a preservar o seio do contato direto com o tecido das roupas e atrito do sutiã, além de permitir a ventilação dos mamilos auxiliando na cicatrização.

Leia mais: Nove vantagens de amamentar o bebê com leite materno

Lembre-se- a amamentação é um processo que exige muita dedicação, auxilio e orientação. O resultado é um prazer imensurável em conseguir oferecer o melhor alimento ao bebê e continuar o vínculo, a construção e o desenvolvimento de um amor incondicional.

Sobre Eneida Souza :
Enfermeira pediatra, consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia (UCLA-CA) e terapeuta sistêmica para famílias e casais, parceira da Philips Avent.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre Eneida Souza :
Enfermeira pediatra, consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia (UCLA-CA) e terapeuta sistêmica para famílias e casais, parceira da Philips Avent.
Compartilhar:
Atenção: Todas as informações são de responsabilidade dos organizadores do evento e estão sujeitas a modificações sem prévio aviso. As informações foram checadas pela equipe de reportagem do São Paulo para crianças em Agosto de 2018. Antes de sair de casa, confirme os dados com o destino, para evitar imprevistos

Crédito das imagens: Divulgação/Philips Avent

Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!