compartilhe

Volta às aulas: como a internet pode ajudar a economizar na compra de material escolar

Por Luiza Lamarca Severo - publicado em 02/08/2018

Entra ano, sai ano e a lista de material escolar só cresce. No início de cada semestre letivo, há sempre alguns itens para repor: aqueles que acabaram de tanto usar ou aqueles que foram se perdendo pelo caminho. Para quem busca economia, a internet é uma boa aliada na hora de comprar os artigos da custosa listona. Quer saber por quê? Confira cinco motivos para resolver a questão do material escolar sem sair de casa.

Análise de produtos e marcas

Existe uma infinidade de produtos e marcas para itens de papelaria e todo ano muitas novidades chegam às lojas. Na hora de escolher, olhar para a prateleira não ajuda muito, por isso é preciso ser prático. Comprando pela internet, é possível comparar com mais facilidade as características de cada item de lista dentre as diversas marcas disponíveis, além de conhecer novas opções. Ler as avaliações de quem já usou é sempre uma boa pedida.

Comparativo de preços

Na compra em lojas físicas, pesquisar preços é sinônimo de bater perna e gastar sola de sapato visitando diferentes pontos comerciais em busca das pechinchas. Pela internet, as melhores ofertas estão a cliques de distância. Uma boa dica é usar sites que fazem comparativo de preços, tais como Google Shopping, Buscapé, Zoom, entre outros.

Otimização de tempo

Trânsito, fila e o tempo gasto para achar o produto dentro da loja podem ser eliminados ao optar por fazer a lista de material escolar pela internet. Alguns sites oferecem a funcionalidade de salvar a lista e terminar a compra depois, como no caso do Gimba, que oferece o recurso Minha Lista. Como o histórico de compras fica registrado no site, comparar o que foi comprado na lista de material do ano anterior fica muito mais fácil.

Fator externo: mãe, eu quero!

É só falar em comprar material escolar que a criançada já quer ir junto. O programa é super divertido, mas pode onerar a conta final. Se a ideia é economizar, ter alguém com uma carinha fofa pedindo caderno, mochila, estojo e outras coisinhas da personagem do momento acaba não sendo uma boa estratégia.

Programas de recompensa

Não é novidade que diversas lojas oferecem programas de recompensa para clientes: em muitas você acumula créditos para trocar por produtos nas próximas compras ou contabiliza pontos em outros programas de fidelidade. No varejo online, existe um plus: programas que dão dinheiro de volta, o chamado cashback. No e-commerce do Gimba, por exemplo, você recebe 1% do valor gasto para usar em compras futuras e não há limite de expiração. E como a compra de material escolar é recorrente, vale apostar nesse formato de economia.

Sobre Luiza Lamarca Severo:
Luiza Lamarca Severo é gerente de e-commerce do Gimba
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Luiza Lamarca Severo:
Luiza Lamarca Severo é gerente de e-commerce do Gimba
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!