compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Viagem dos sonhos? As crianças também podem economizar

Por Reinaldo Domingos - publicado em 23/10/2017

Você sabia que crianças que têm educação financeira nas escolas e recebem mesada dos pais poupam parte deste valor para algo que valorizam, como uma viagem?

Esse é um dos resultados da 1ª Pesquisa Nacional de Educação Financeira nas Escolas, realizada em parceria entre o Instituto Axxus, o Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT) do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp) e a Associação Brasileira dos Educadores Financeiros (Abefin).

A pesquisa evidenciou que na grande maioria (87%) das casas em que os filhos têm aulas de educação financeira, toda a família participa do orçamento financeiro mensal. Dessa forma, todos falam sobre seus sonhos e comportamentos em relação às finanças, debatendo formas de economizar para conquistar o que desejam.

Veja alguns métodos para economizar para a viagem dos sonhos em família:

– Dê mesada

Por volta dos sete a oito anos, quando as crianças estiverem acostumadas com o contato com o dinheiro, a mesada pode ser implantada. Contudo, cuidados devem ser tomados para atingir o objetivo: explique que 50% do valor da mesada deve ser separado para os sonhos que deseja conquistar, um no curto prazo (até três meses), outro no médio prazo (seis meses) e outro de longo prazo (até um ano). Assim ela deixa de pensar apenas de forma imediatista.

– Planeje com antecedência

O ideal é que toda a família planeje a viagem com antecedência, para que possam juntar o dinheiro necessário e pagar à vista. Portanto, após definir o local e a data em que desejam ir, é preciso fazer pesquisas e orçar para saber quais valores devem poupar mensalmente para viajar. Há diversos pacotes promocionais com boas condições de pagamento, que evitam que a família extrapole o orçamento.

– Reduza despesas

Unida, a família pode reduzir gastos e até mesmo cortas despesas. É válido: rever pacotes que contratam, como TV a cabo, internet e celular; pedir emprestado ao invés de comprar itens que utilizará pouco, como furadeira, por exemplo; e as crianças podem trocar brinquedos e livros com colegas, assim ambos têm um item novo sem gastar, evitando também o desperdício. Na hora dos passeios, é válido experimentar coisas novas, como idas a parques e museus ao invés de shoppings, cinema etc.

Sobre Reinaldo Domingos:
Doutor em educação financeira, está a frente do canal Dinheiro à Vista no YouTube. É presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil. Domingos é pai do Fabrizzio e da Graziella.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Reinaldo Domingos:
Doutor em educação financeira, está a frente do canal Dinheiro à Vista no YouTube. É presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil. Domingos é pai do Fabrizzio e da Graziella.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!