compartilhe
São Paulo
+16...+30° C
Saiba como fazer o orçamento do material escolar caber no seu bolso
Por Reinaldo Domingos - publicado em 06/01/2017

Janeiro é época de diversão, boa para curtir as crianças e fazer passeios em família. Porém, também é um mês em que as finanças costumam ficar apertadas, por conta das despesas típicas, como pagamento de IPTU, IPVA e compra de material escolar. Mas, acredite, é possível curtir e fazer as compras com economia.

Claro, por essas serem despesas que ocorrem todos os anos, é importante que estejam no planejamento anual e que a família poupe mês a mês para não ficar no sufoco em janeiro. Ter educação financeira é justamente se organizar para conquistar objetivos e sonhos, tanto dos adultos quanto das crianças, sem precisar se endividar nos meses em que os gastos aumentam.

Quem não poupou, precisa agir respeitando a situação financeira atual e fazer muitas pesquisas. De acordo com o Procon-SP, os preços dos materiais escolares chegam a variar até 457,14% entre uma loja e outra. O mesmo vale para os passeios, é importante considerar os destinos e as atividades que sejam bacanas e que não comprometam o bolso com parcelas que se arrastarão pelos próximos meses. Confira as dicas para economizar na compra de material escolar:

  1. A primeira ação é analisar quais itens do ano passado podem ser usados novamente este ano, como tesoura, régua e mochila, por exemplo;
  2. Em relação aos livros, que costumam ser caros, é válido procurar pais de alunos mais velhos para emprestar ou comprar por um preço mais acessível, se estiverem em boas condições de uso;
  3. Já pensou em reunir alguns pais e comprar itens por atacado? Lápis, canetas e borracha são alguns dos que podem ser adquiridos em maior quantidade, já que é comum a necessidade de reposição no decorrer do ano;
  4. Pesquise em pelo menos três lojas e opte pelo menor preço. Se for comprar tudo na mesma loja, barganhe por descontos no valor total;
  5. No dia das compras, converse com o(s) filho(s) sobre o orçamento, para que não corram o risco de se deixar levar pelo impulso e gastar mais do que o planejado;
  6. Itens ilustrados com personagens costumam ser mais caros, portanto é válido conversar com a criança sobre a utilidade do material. Algo bacana é incentivar a personalização das capas dos cadernos e das agendas;
  7. De preferência a itens duráveis e resistentes, que possam ser reutilizados nos anos seguintes, gerando economia para o bolso e sustentabilidade ao meio ambiente;
  8. O ideal é sempre fazer os pagamentos à vista, mas se não for possível, opte por poucas parcelas que caibam no bolso, para não comprometer as finanças de 2017 por vários meses.

Aproveite também para economizar nos passeios de férias, saiba como:

  1. Faça um diagnóstico financeiro, identifique a real situação da família e escolha passeios que se adequem. Se estiver endividado, o ideal é se organizar para realizar o sonho da viagem em um futuro próximo. Para agora, considere passeios mais baratos e atividades de lazer para curtir com a família sem precisar comprometer ainda mais a sua situação financeira;
  2. Se for viajar, coloque na ponta do lápis todos os gastos envolvidos (transporte, hospedagem, alimentação etc) e pesquise as melhores opções;
  3. Procure sempre negociar e pagar os valores à vista, para que a volta da viagem seja repleta de boas lembranças e não de faturas para pagar. Se for preciso parcelar, opte pelo mínimo de parcelas possíveis desde que a quantia caiba no orçamento dos próximos meses;
  4. Leve no máximo dois cartões de créditos, com vencimentos próximos e posteriores à data da viagem;
  5. Leve uma reserva de cerca de 30% do valor total da viagem para imprevistos. Durante o passeio, procure respeitar o orçamento;
  6. Inclua as crianças no planejamento, elas são inteligentes e gostam de participar das decisões da família. É importante que tenham consciência de que há um limite de gastos e que são parte importante da realização de uma viagem tranquila, conforme o planejado.
Sobre Reinaldo Domingos:
Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Reinaldo Domingos:
Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!