compartilhe

Planejamento garante economia na matrícula escolar

Por Reinaldo Domingos - publicado em 11/09/2018

Ainda estamos em setembro, mas quero abordar desde já a importância de planejar o orçamento para a matrícula escolar. Sem dúvida esse é um dos investimentos que os pais não medem esforços para alcançar para os filhos, já que está ligado diretamente ao futuro deles, por isso para não haver surpresas no início e também ao longo do próximo ano, o quanto antes pensar nesses números, melhor.

O primeiro passo para que esse planejamento seja feito da forma correta é saber o quanto esse investimento representa dentro do orçamento familiar, por isso o diagnóstico financeiro é essencial. Coloque tudo na ponta do lápis e, caso necessário, corte gastos, já que ter o filho matriculado é prioridade nesse momento.

Outros valores, que vão além da matrícula e das mensalidades, também devem ser considerados: uniforme, lanche, eventuais passeios, transporte, são alguns dos itens essenciais dentro da rotina escolar. A compra do material também é uma das maiores causas no desequilíbrio financeiro, portanto já comece a verificar com antecedência o que poderá ser reaproveitado para que em janeiro a conta não seja tão alta.

Após feito esse levantamento, verifique se todos esses valores caberão no bolso. Em caso negativo, peça descontos e negocie sem medo, já que isso faz parte do nosso cotidiano e na educação dos filhos não poderia ser diferente.

Muitas pessoas, seja para manter um certo status ou por timidez, evitam pedir descontos e perdem oportunidades para economizar.  Mas como fazer isso? Recomendo que, o quanto antes, agende uma reunião com a diretoria da escola e exponha a situação. Explique que existem algumas limitações financeiras e, para não pesar no orçamento, veja a possibilidade de parcelar o valor da matrícula, evitando assim contrair dívidas ou até se tornar inadimplente. Um bom argumento é verificar a possibilidade de adiantar parcelas da mensalidade na hora da matrícula, assim a escola poderá ter uma segurança que os valores serão pagos o ano todo.

Para ser ter um parâmetro de valores, faça pesquisas em outras escolas com qualidade equivalente para poder ter mais argumentos na hora de negociar, assim você também se atualiza sobre inovações e benefícios que a escola pretende oferecer para o ano seguinte. Tenha sempre em mente que uma negociação bem-sucedida deve agradar tanto a escola quanto aos pais, por isso não tenha pressa em bater o martelo e procure agir sempre com cordialidade. Demonstre satisfação com a escola, elogiando suas qualidades, assim o ambiente fica mais leve e chegar em um acordo benéfico para ambos os lados se torna menos estressante. Bom senso nunca é demais, portanto se atente ao fato de que as escolas também têm suas políticas e limites de valores.

Para começar 2019 com os pés no chão e tranquilo em relação ao futuro dos seus filhos, a palavra a se ter em mente é planejamento. Procure mostrar a eles o impacto que a educação financeira e dos estudos em si têm em suas vidas. Demonstre o valor do aprendizado para que eles possam também dar mais importância a cada aula assistida e por fim reforce a importância da escola ter em seu currículo a educação financeira, que já é obrigatória segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), para que eles comecem a perceber o quanto essas ações hoje mudarão a vida deles no futuro.

Sobre Reinaldo Domingos:
Mestre e educador financeiro, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, autor dos livros Terapia Financeira, Papo Empreendedor, Livre-se das Dívidas, Mesada não é só dinheiro, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Reinaldo Domingos:
Mestre e educador financeiro, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, autor dos livros Terapia Financeira, Papo Empreendedor, Livre-se das Dívidas, Mesada não é só dinheiro, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!