compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Ler livros para o bebê favorece memórias afetivas que ajudam no desenvolvimento emocional da criança

Por Maria Fernanda Oberling Porto Pontes - publicado em 18/09/2017

Ler?  Quando? Com que idade? Mas ele entende o que eu falo? Apenas mostrar as figuras é o suficiente? Quantas dúvidas, não é mesmo?! É importante você saber que pode ler para o seu pequeno já durante a gestação. Os bebês escutam sons internos e externos em torno da 14ª semana, portanto converse com ele, leia para ele e promova o que chamamos de envolvimento afetivo.

Não hesite em ler livros para o bebê, esse vínculo na primeira infância favorece memórias afetivas que auxiliam e contribuem no desenvolvimento emocional da criança. E além do vínculo, da interação e do aprendizado,  a leitura auxilia a criança na sua compreensão de mundo e dela mesma.

Os livros e a leitura auxiliam no desenvolvimento da fala e linguagem tanto na escrita quanto oral, ampliam vocabulário, estimulam a imaginação, a criatividade e o desenvolvimento.

São fortes aliados para a criança e para o adulto lidar com situações emocionais e momentos difíceis, neles, encontramos personagens, dores e dúvidas parecidas e assim conseguimos partilhar e elaborar reflexões e soluções.

A leitura é a atividade que mais contribuiu para um diálogo efetivo e de qualidade, e por consequência estimula a capacidade da criança se comunicar. Os livros e a leitura dão acesso à criança a um amplo universo de vocabulário e assim ela aprende seus significados e contextos.

O estímulo à criatividade e à imaginação é constante, durante um processo de leitura a criança tem a possibilidade de vivenciar o exercício da imaginação, descobrindo lugares, espaços, sons e imagens.

A leitura para os pequenos tem que ser lúdica utilizando livros com cores, formas e possibilidades de exploração do concreto para o abstrato.

O livro é importante em todas as fases do desenvolvimento infantil, não apenas pelo entendimento do que é lido, e sim aguçando outros sentidos, como ouvir o som da voz, o movimento corporal e as expressões faciais.

Os livros nos ensinam e também aos nossos filhos as diversidades, as culturas e realidades diferentes da nossa. Qual o último livro que você leu?

Sobre Maria Fernanda Oberling Porto Pontes:
Maria Fernanda Oberling Porto Pontes é fonoaudióloga Especialista em Linguagem e Psicopedagia, pela Universidade Metodista de São Paulo e pós graduada pela Santa Casa de São Paulo. É sócia-Proprietária da Clinica Alcance, em São Bernardo do Campo, e mãe do Leonardo, Lucas e Gabriela.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Maria Fernanda Oberling Porto Pontes:
Maria Fernanda Oberling Porto Pontes é fonoaudióloga Especialista em Linguagem e Psicopedagia, pela Universidade Metodista de São Paulo e pós graduada pela Santa Casa de São Paulo. É sócia-Proprietária da Clinica Alcance, em São Bernardo do Campo, e mãe do Leonardo, Lucas e Gabriela.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!