compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Conheça os problemas que uma mochila pesada pode causar para crianças e adolescentes

Por André Nogueira - publicado em 22/02/2017

Com a volta às aulas, carregar cadernos, livros, estojos, apostilas, e muitos outros materiais na mochila pode parecer algo normal, mas o sobrepeso nas costas dos alunos merece atenção redobrada dos pais. Pesquisas mostram que alguns estudantes chegam a carregar mais de cinco quilos em material escolar, muito acima do recomendado. A Sociedade Brasileira de Ortopedia prevê que cerca de 70% dos problemas de coluna na fase adulta, são causados pelo peso e esforços repetitivos na infância e adolescência, sendo comum ver nos consultórios uma maior movimentação de estudantes se queixando de dores, durante o período letivo.

De acordo com o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO), a mochila transportada não pode ultrapassar 10% do seu peso corporal. O peso carregado nas mochilas também deve ser bem distribuído. Por exemplo, mochilas com uma alça só acarretam sobrecarga em um lado do corpo, podendo causar desvios posturais graves.

As consequências desse peso abusivo são progressivas e chegam a criar problemas graves de saúde. Os primeiros sintomas são dores na coluna, que podem gerar complicações na qualidade de vida do estudante, afetando seu rendimento na escola, no esporte e nas atividades diárias. Em longo prazo, o aluno pode ter alterações posturais, tais como escoliose, hiperlordose e hipercifose.

A escoliose é uma alteração na coluna tridimensional em que existe a rotação e inclinação da vértebra. Muitas vezes são observadas a olho nu curvaturas na coluna, naquele clássico exame de inclinação do tronco para frente, em que são observadas regiões de um lado da coluna mais salientes em relação ao outro.

Já a hipercifose é um aumento da curvatura da coluna torácica. Normalmente está acompanhada dos ombros enrolados para frente e anteriorização da cabeça. É bastante comum encontrar pessoas que tenham hipercifose com dor na cervical, porque a coluna forma um “C” acentuado.

E a hiperlordose é um aumento da curvatura da cervical ou da lombar. Pessoas com aumento da curvatura da lombar muitas vezes apresentam dor, por excesso de trabalho dos músculos posteriores lombares, ou por encurtamento dos músculos anteriores do quadril, ou na maioria dos casos por fraqueza do abdome.

Sobre André Nogueira:
Fisioterapeuta especializado em esportes e sócio-fundador da Club Físio, clínica de fisioterapia que atua nas áreas de ortopedia, esportes, traumatologia, atm e pilates e realiza atendimento personalizado ao público da terceira idade, atletas profissionais e amadores e atendimento domiciliar.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o André Nogueira:
Fisioterapeuta especializado em esportes e sócio-fundador da Club Físio, clínica de fisioterapia que atua nas áreas de ortopedia, esportes, traumatologia, atm e pilates e realiza atendimento personalizado ao público da terceira idade, atletas profissionais e amadores e atendimento domiciliar.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!