compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Conheça museus pelo mundo que expõem obras de artes produzidas por crianças

Por Juliana Buosi Engelberg - publicado em 30/01/2017

Você que acompanha o São Paulo para Crianças viu dicas para incentivar o pequeno artista em casa e 23 ideias para expor e guardar os desenhos do seu filho ou filha. Arte na infância é coisa séria. E estou aqui para falar um pouco sobre esse universo. Você sabia que existem museus que valorizam os trabalhos de expressão artística das crianças, cujo compromisso é preservar a história por trás de desenhos de pequenos artistas que as vezes nos parecem tão comuns? Mas será mesmo?!

Pouca gente sabe, mas há uma lista de instituições culturais dedicadas a obras de arte produzidas por crianças ou que já apresentaram exposições exclusivas com o tema, não só lá fora, mas aqui mesmo no Brasil, como é caso do MASP e MUBE, em São Paulo, e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Confira!

Histórias da infância no MASP

Em 2016, o Museu de Arte de São Paulo sediou a exposição Histórias da Infância. Além das obras de arte do acervo do Museu que retratavam a infância em obras históricas em contraste com produções de artistas modernos e contemporâneos, a mostra reuniu trabalhos artísticos das crianças produzidos a partir das oficinas com artistas renomados promovidas pelo MASP durante o período da exposição e estão por lá até hoje.

As obras dos pequenos fazem parte do acervo histórico do MASP e juntam aos exemplares famosos de Van Gogh, Modigliani, Portinari, Picasso, entre outros. O ingresso custa a partir de R$15.

As meninas do quarto 28, mostra passou pela UFRG e MUBE

No caminho do passado nem todas as histórias são bonitas, mas certamente a arte além de trazer beleza ajudou crianças a sobreviver ao período mais obscuro da história humana. As meninas do quarto 28 é uma coletânea de desenhos e pinturas produzidos por crianças durante a Segunda Guerra Mundial enquanto eram prisioneiras no campo de concentração de Theresinstadt, próximo a Praga.

Com exposição de 35 trabalhos e uma réplica em tamanho real do quarto 28, a mostra internacional passou pelo Brasil em 2014 – na UFRG, no Rio Grande do Sul, e no MUBE, em São Paulo – como parte das ações em homenagem ao “Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto”. A história é triste, mas fascinante. Para se ter uma ideia, das 15 mil crianças que passaram pelo campo de concentração apenas 93 sobreviveram, 15 delas viveram no quarto 28.

As crianças dividiam espaço com artistas e professoras judias que ensinavam e estimulavam as crianças a desenhar. Entre elas a artista plástica Friedl Dicker Brandeis que, deportada para Theresienstadt em 1942, levou poucos pertences pessoais e muitos materiais artísticos nas suas duas malas e conseguiu esconder os desenhos em seus pertences que foram encontrados 10 anos depois do fim da guerra. Dicker é considerada uma das precursoras da arteterapia.

 

Museu Virtual do Desenho da Criança

Sim, na nossa lista tem até museu virtual para não ter desculpa de não visitar. O Museu Virtual do Desenho da Criança é uma iniciativa da UNIFESP com a Secretaria de Educação do Município de Guarulhos (SP).

O site disponibiliza os trabalhos de expressão artística dos pequenos produzido principalmente pelos alunos da rede municipal de educação da cidade, além de vídeos e textos de estudo e tem como foco o estudo da gramática visual e análise da iconográfica da produção artística infantil.

Children’s Museum of the Arts

Localizado em Nova York, capital mundial da arte, o museu tem como missão introduzir crianças e suas famílias ao transformador poder da arte oferecendo oportunidades para as famílias produzirem arte acompanhadas de artistas renomados. Desde 1930 o museu adquire trabalhos de crianças de mais de 50 lugares do mundo inteiro e tem em seu acervo mais de 2 mil obras.

 

The International Museum of Children art

E como não poderia ficar de fora, no velho continente há iniciativas bacanas onde a arte produzida por criança é levada a sério e serve inclusive como documento histórico social. O Museu Internacional de Arte Infantil está localizado em Oslo, capital da Noruega, e foi idealizado pelo casal Rafael e Alla Gondim e conta com trabalhos de crianças de mais de 180 países do mundo todo que são recolhidos e preservados para serem exibidos no futuro.

Para o fundador do Museu Rafael Gondin, crianças são pessoas que pertencem ao futuro. E elas têm o direito de possuir sua própria cultura, sua própria arte e sua própria história.

E você? Sabia que os desenhos do seu filho poderiam ser levados tão a sério? Já tinha ouvido falar ou já visitou algum dos museus ou exposições acima? Compartilhe com a gente sua experiência. Espero que esses exemplos possam inspirar mães e pais a empoderar as crianças, despertar a criatividade e dar asas à imaginação dos nossos pequenos artistas!

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

Exposição Histórias da Infância MASP, São...

International Museum of Childrens Art, Oslo

Exposição As Meninas do Quarto 28 - Friedl...

Exposição As Meninas do Quarto 28 - Friedl...

Exposição As Meninas do Quarto 28 - Friedl...

Exposição As Meninas do Quarto 28 - Friedl...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Museu Virtual do Desenho da Criança - Guarulhos...

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Children's Museum of the Art, Nova York

Sobre Juliana Buosi Engelberg:
Formada pelo Centro Universitário Belas Artes, a artista plástica e fotógrafa Juliana Buosi Engelberg é fundadora da start-up PAPUM Livros e traz sua experiência e sensibilidade artística para mergulhar no universo infantil e colorido das crianças e transformar os desenhos delas em verdadeiros livros de artista.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Juliana Buosi Engelberg:
Formada pelo Centro Universitário Belas Artes, a artista plástica e fotógrafa Juliana Buosi Engelberg é fundadora da start-up PAPUM Livros e traz sua experiência e sensibilidade artística para mergulhar no universo infantil e colorido das crianças e transformar os desenhos delas em verdadeiros livros de artista.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!