compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Como você educa seu filho: a (má) educação do século XXI

Por Dr. Bayard Galvão - publicado em 02/08/2018

Muitas mudanças vêm acontecendo na educação atual de crianças e adolescentes. Porém, penso que a preparação para a vida pessoal e profissional só tem piorado.

Em 1997, enquanto cursava o segundo ano de faculdade de psicologia na PUC-SP, um ícone da pedagogia palestrou na instituição em questão. E foi dessa “sumidade” que ouvi uma das maiores bobagens sobre a educação brasileira do século XXI: “As crianças sabem o que é bom para elas. Precisamos apenas criar um contexto para que busquem por elas mesmas.”!

E não parou por aí. Os estudos na faculdade continuaram e descobri que alguns aspectos do que ela disse estavam enraizados na psicologia, além de outros conceitos nocivos, como evitar frustrar e/ou dizer “não” para crianças, protegê-las de sofrimentos, ajudá-las com a lição de casa, fazer poucas críticas e motivar por elogios. Lamentável.

O resultado matemático dessa formação acima descrita é assustador em crianças e adolescentes: uma autoestima extremamente alta, embora injusta (acreditam que são excelentes em tudo que fazem, embora saibam pouco); incapacidade de lidar com frustrações; são dependentes, pois sempre tiveram pais e professores particulares ajudando nas lições; são inseguros, porque não descobriram do que são capazes por sempre terem tido ajuda; exigem-se pouco, afinal, “importante é ser feliz” (mas não aprenderam que todo objetivo tem os seus custos); e quererem muito fazendo pouco ou nada, embora se sintam capazes de fazer tudo.

O mundo não está ficando mais fácil, muito pelo contrário. Robôs e Inteligências Artificiais (IA) estão cumprindo cada vez mais funções das pessoas, inclusive acabando com seus empregos.

Os relacionamentos pessoais estão exigindo mais, basta comparar o conceito de boa esposa: antes era alguém que cuidava bem da casa e dizia o que era certo para os filhos; hoje, precisa também trabalhar fora, ter uma segunda língua, ser agradável, ter o corpo “fit”, ser líder, conversar com os filhos, ser sorridente e sempre motivadora (coisas vendidas nas ondas atuais de como ser “super eficiente” em todas as áreas da vida).

Não existe uma educação certa, mas acredito que algumas habilidades sejam necessárias para a maioria das pessoas no planeta terra. Por isso, devemos ensinar às nossas crianças, desde cedo, alguns conceitos básicos fundamentais e que, obviamente, elas não nascem sabendo, como:

  • Aprender lidar com os “nãos” da vida;
  • Entender que haverá “1 Messi para cada 1 bilhão de pessoas”, e que você tende a não ser um deles;
  • Saborear o fato de que agradará poucas pessoas na vida;
  • Compreender que a maioria dos objetivos realmente importantes na vida exige muito esforço, como manter um relacionamento de amor agradável e duradouro;
  • Ser realmente bom numa coisa complexa exige muito esforço, afinal, quanto um “programador de computadores” precisa estudar, trabalhar e lidar com as próprias faltas e falhas  para ser realmente bom naquilo?;
  • Buscar o bem do outro antes do próprio costuma ser uma necessidade para formar vínculos com filhos, pais, amigos e até chefe na profissão.

Resumindo: viver bem é simples e fácil apenas nos contos de fada para adultos. De resto, é preciso esforço, perceber a própria pequeneza-grandeza, valorizar o que fez e faz de bom, buscar melhorar constantemente, cuidar bem de si e do outro e “vinho com moderação”.

Sobre Dr. Bayard Galvão:
Dr. Bayard Galvão é psicólogo clínico, hipnoterapeuta e palestrante. Especialista em Psicoterapia Breve, Hipnoterapia e Psiconcologia, Bayard é autor de cinco livros e criador do conceito de Hipnoterapia Educativa. Ministra palestras, treinamentos e atendimentos individuais utilizando esses conceitos.  www.hipnoterapia.com.br
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Dr. Bayard Galvão:
Dr. Bayard Galvão é psicólogo clínico, hipnoterapeuta e palestrante. Especialista em Psicoterapia Breve, Hipnoterapia e Psiconcologia, Bayard é autor de cinco livros e criador do conceito de Hipnoterapia Educativa. Ministra palestras, treinamentos e atendimentos individuais utilizando esses conceitos.  www.hipnoterapia.com.br
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!