compartilhe

Como se preparar para o parto e para a amamentação?

Por Eneida Souza - publicado em 02/10/2018

Descobrir a gravidez gera um turbilhão de emoções em toda a família, principalmente na mãe, que passa por inúmeras transformações físicas e psicológicas. Para muitas, a experiência de ver e de sentir o bebê na barriga gera sentimentos únicos.

Mais do que aproveitar a fase, é preciso se organizar para que a chegada do bebê seja a mais tranquila possível. Para isso, realizar o pré-natal é fundamental. O acompanhamento médico deve ocorrer durante todo o desenvolvimento da criança na barriga da mãe. Além disso, dividir a gestação em trimestres é uma boa dica para se organizar tranquilamente:

Primeiro trimestre: o ideal é que seja dedicado aos cuidados pessoais da mãe e ao diálogo com o parceiro sobre as expectativas e mudanças que a chegada do bebê provocará no convívio familiar e na estrutura da casa.

Segundo trimestre: invista o tempo na organização do espaço onde o bebê irá ficar. A escolha dos móveis e objetos leva tempo, além de demandarem um determinado período para serem entregues. Por isso, não deixe para cima da hora.

Terceiro trimestre: deve ser dedicado ao enxoval do bebê, à organização da bolsa da maternidade e a escolha do hospital e tipo de parto que a mãe pretende fazer. Participar de cursos que ajudem na preparação para o parto e para amamentação também é válido, já que eles ajudam a esclarecer dúvidas e diminuir a ansiedade deste momento tão esperado.

Prepare-se para amamentar

Ainda na gestação, é possível iniciar os cuidados e os preparativos para a amamentação. As principais dicas são:

  1. Prepare as mamas: a mãe pode iniciar, a partir 30ª semana, o uso da pomada de lanolina 100% purificada, uma vez ao dia. Ela irá hidratar a pele dos seios promovendo maior elasticidade para quando o bebê for mamar.
  2. Inclua no enxoval: entre os utensílios que não podem faltar estão a concha coletora de leite com base de silicone, os absorventes descartáveis para seios, a bolsa em gel para compressa nas mamas, a pomada de lanolina 100% purificada e o extrator de leite elétrico ou manual que auxilia as mães a prolongar o aleitamento materno.
  3. Após o parto, tire todas as dúvidas: lembre-se que a amamentação é um grande aprendizado já nas primeiras horas de vida do bebê, mas nem sempre é fácil. Por isso, aproveite ao máximo o período que estiver na maternidade e tire todas as dúvidas sobre este processo com a equipe médica e de enfermagem.
  4. Busque ajuda para superar as dificuldades: amamentar requer informação, dedicação e auxílio. Se logo nos primeiros dias com o bebê os pais encontrarem muitas dificuldades, a dica é procurar ajuda de uma consultora de amamentação  ou mesmo do pediatra para enfrentar os desafios.
  5. Não esqueça de se cuidar: lembre-se: apesar do bebê exigir muito da sua dedicação, este é um período que a mãe precisa cuidar da alimentação e descansar ao máximo para garantir o sucesso da amamentação. E lembre-se: amamentar é uma escolha pertinente para qualquer mãe.
Sobre Eneida Souza:
Eneida Souza é parceria de Philips Avent, enfermeira pediatra, consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia (UCLA-CA) e terapeuta sistêmica para famílias e casais.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Eneida Souza:
Eneida Souza é parceria de Philips Avent, enfermeira pediatra, consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia (UCLA-CA) e terapeuta sistêmica para famílias e casais.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!