compartilhe
São Paulo
+16...+30° C

Como elaborar uma lista de convidados para Festa Infantil

Por Tati Ulhôa - publicado em 01/02/2017

A elaboração de uma lista de convidados é uma das tarefas mais difíceis de quem quer fazer a festa do filho. São vários fatores a serem considerados e muitos pais se sentem perdidos neste momento.
Desde que comecei a trabalhar com festas, procuro orientar os nossos clientes a fim de evitar dor de cabeça e desgastes desnecessários entre anfitriões e convidados.

Há 3 fatores que considero determinantes na montagem da lista de convidados:
1. Orçamento: Não tem jeito, é matemática! Quanto mais convidados você tiver, mais cara a sua festa vai ficar. Você vai precisar de mais alimentos e bebidas, de mais lugares para acomodar os convidados, mais lembrancinhas e por aí vai.
Oriento os pais a determinarem um orçamento máximo que pretendem dispor para a realização da festa, contando todos os itens que englobam a realização dela. A partir daí, fazerem uma pesquisa de mercado para saber quanto querem gastar com cada item. Com estas informações em mãos, fica mais fácil elaborar a lista.
O contrário também é válido. Você pode elaborar a lista e depois buscar fornecedores que se encaixem no seu orçamento. Mas atenção com qualidade dos serviços contratados. De nada adianta chamar muitos convidados e oferecer serviços de baixa qualidade.

2. Local da festa: os pais precisam lembrar que o local da festa é importantíssimo para definir o número de convidados. Já tivemos clientes que queriam convidar 100 pessoas em um espaço que caberiam 60. E alguns ainda usam argumentos como: “nem todo mundo da lista vai na festa”, “tem uma área externa ótima”, “ninguém fica sentado em uma festa”. Sinceramente, para mim, estes argumentos não me convencem pois afinal e se todos forem na festa? E se chover no dia da festa? E se as pessoas quiserem ficar sentadas?
Em festas infantis ainda tem mais um agravante: se bebês forem convidados, normalmente os carrinhos vão junto! Não há nada mais desagradável do que você ir a uma festa sem lugar para sentar ou de difícil circulação de pessoas. Isso sem contar o calor que pode pegar os anfitriões de surpresa e tornar a festa uma sauna coletiva.

3. Idade da criança: Este fator pode ser decisivo para você alinhar a lista de convidados. Se você tem um bebê de até dois anos, provavelmente sua festa terá muito mais adultos do que criança e consequentemente seu orçamento aumentará e o local da festa precisa ser apropriado. Já se seu filho tem 8, 9, 10 anos, você pode fazer uma festa somente para as crianças, sem a necessidade de convidar os pais o que, de certa forma, acaba gerando uma economia financeira que pode ser bastante significativa.
Digo que esta escolha é sempre pessoal de cada família pois há pais que gostam de convidar outros pais e familiares próximos.

Além destes três fatores importantes, outras observações devem ser levadas em conta:

Convidar por obrigação: sou contra os anfitriões convidem quem eles não querem por se sentirem obrigados. Hoje em dia, as pessoas têm mais consciência dos custos de uma festa e convidar por se sentir obrigado não faz o menor sentido. Numa festa é fundamental que os convidados tenham alguma importância para a criança. Afinal, é a felicidade dela que importa.

Inclua as crianças pequenas: Alguns pais fazem a lista e acreditam que não precisam colocar as crianças menores de 5 anos pois quando fazem festas em buffet, normalmente, eles não cobram por elas. Eu sempre sugiro que elas sejam incluídas pois você precisa calcular, no mínimo, as lembrancinhas que serão dadas no final da festa. Inclusive, quando fazemos o cálculo de docinhos, como brigadeiros e bejinhos, consideramos o número de crianças, independente da idade delas.

Acompanhantes: Muitos casais hoje em dia possuem babá e elas tem que ser incluídas na lista de convidados. Se não o fizer, a sua lista pode aumentar consideravelmente. Se convidar 10 casais e cada um deles tiver uma babá, já serão mais 10 convidados na sua lista. Evite surpresas e as inclua como membro da famíia.

Casal sem filhos: Eis um assunto polêmico! Há casais sem filhos que são muito mais próximos aos anfitriões do que alguns casais com filhos. Por isso, vale o bom senso. Se eles forem importantes para você, convide-os mesmo assim. Tenha certeza que eles ficarão felizes com a sua decisão.

RSVP: abreviatura de “Répondez S’il Vous Plaît”, expressão francesa que significa “Responda por favor”. É muito usado em festas de casamento e raramente funciona para festas infantis. Quando você faz uma festa mais informal, dificilmente alguém confirma a presença na festa. Simplesmente as pessoas vão ou não e não conseguem saber isso com muita antecedência. E por se tratar de festa infantil, o convidado pode até confirmar a presença, mas se o filho passar a noite com febre, eles simplesmente não vão na festa!

Desistência: Nunca conte com a desistência, principalmente no cálculo de alimentos e bebidas. Existe uma estimativa de que 15 % das pessoas convidadas para uma festa infantil não comparecem. Mas isso depende de inúmeros fatores como o clima no dia da festa, a época do ano, a afinidade do convidado com os anfitriões, por exemplo. Por isso, é melhor se programar para 100% da lista. Isso evita inconvenientes.

O mais importante é que você se lembre do propósito de uma festa: festejar com alegria e diversão! Convidar as pessoas que gosta, que se identificam com você, que gostam do seu filho são a chave para uma festa de sucesso.
Se não puder convidar todos que gostaria, priorize as escolhas que vão deixar seu filho feliz. Afinal, a festa é toda dele!

Sobre Tati Ulhôa:
Tati Ulhôa é advogada e designer de interiores de formação e decoradora de coração. É designer de festas personalizadas na empresa Decorando Emoções, está a frente da loja online de artigos de festa You Do It e ministra cursos de decoração por todo o Brasil.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Tati Ulhôa:
Tati Ulhôa é advogada e designer de interiores de formação e decoradora de coração. É designer de festas personalizadas na empresa Decorando Emoções, está a frente da loja online de artigos de festa You Do It e ministra cursos de decoração por todo o Brasil.
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!