compartilhe

Audição no Carnaval: saiba como prevenir a exposição dos pequenos a ruídos a níveis elevados

Por Maria Fernanda Oberling Porto Pontes - Publicado em 17/02/17

O carnaval está chegando e com ele surgem algumas dúvidas sobre a exposição dos pequenos, principalmente em relação ao ruído intenso dos bailes em clubes, bloquinhos e trios elétricos. É importante dizer que a exposição a sons acima de 85dB por longo período de tempo já pode causar problemas nos ouvidos. Em locais com som de 90dB o tempo de permanência no local é de 4 horas, 2 horas em locais com 95dB e 1 hora onde a intensidade chega a 100dB. Então, vale o alerta: a aparelhagem de som utilizada em bailes e trios elétricos pode produzir sons de até 120dB.

Mas se você acha que um dia só não faz mal e não faz, desde que sejam tomados alguns cuidados, pois a perda auditiva causada por ruído é irreversível. Portanto, a palavra de ordem é prevenção. O uso de protetores auriculares e abafadores de sons podem ser uma alternativa para diminuir a intensidade sonora que atinge as orelhas da criança. Existem também protetores auditivos com filtros que permitem a passagem de sons limpos como a fala e protegem somente do ruído, o que garante a comunicação dentro de locais ruidosos. Quando estiver em clubes ou em trios elétricos, é melhor ficar longe das caixas de som. Se estiver em casa, vale diminuir a intensidade do som (coloque em uma altura que você consiga conversar sem precisar gritar).

Portanto mamãe se o som ambiente causar desconforto em você este é um sinal! Ele está muito alto! Se o som estiver atrapalhando a comunicação verbal este também é um sinal que ele está muito alto! No mais, é só colocar a fantasia e curtir a festa!!!!!


Carnaval infantil 2019: guia completo de bailes e bloquinhos para aproveitar a folia com as crianças em São Paulo

Sobre Maria Fernanda Oberling Porto Pontes:
Maria Fernanda Oberling Porto Pontes é fonoaudióloga Especialista em Linguagem e Psicopedagia, pela Universidade Metodista de São Paulo e pós graduada pela Santa Casa de São Paulo. É sócia-Proprietária da Clinica Alcance, em São Bernardo do Campo, e mãe do Leonardo, Lucas e Gabriela.
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre Maria Fernanda Oberling Porto Pontes:
Maria Fernanda Oberling Porto Pontes é fonoaudióloga Especialista em Linguagem e Psicopedagia, pela Universidade Metodista de São Paulo e pós graduada pela Santa Casa de São Paulo. É sócia-Proprietária da Clinica Alcance, em São Bernardo do Campo, e mãe do Leonardo, Lucas e Gabriela.
Compartilhar:
Atenção: Todas as informações são de responsabilidade dos organizadores do evento e estão sujeitas a modificações sem prévio aviso. As informações foram checadas pela equipe de reportagem do São Paulo para crianças em Janeiro de 2019. Antes de sair de casa, confirme os dados com o destino, para evitar imprevistos
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!