compartilhe

10 anos da franquia Disney Fadas – por que acabou?

Por Paulo Gratão - publicado em 12/08/2018

Há dez anos, estreava o primeiro filme solo da Tinker Bell, mais de 50 anos depois de sua estreia no mundo da Disney. A primeira aparição da fadinha temperamental ocorreu em 1953, no filme Peter Pan. Por lá, ela não dizia uma única palavra e atendia por outro nome, pelo menos aqui no Brasil: Tilintim.

Muitos anos depois, em 2002, na sequência “De Volta Para a Terra do Nunca”, ela foi rebatizada de Sininho. Com a franquia Disney Fadas, ela teve seu nome universalizado como Tinker Bell.

Crianças pequenas

A ideia da Disney com o Disney Fadas era alcançar uma faixa mais nova de crianças, que ainda não ligava para as Princesas. Para isso, a empresa apostou em produtos licenciados, uma nova silhueta para a eterna Sininho, que agora viria em computação gráfica e uma turma de fadas que ajudariam a contas as histórias. As fadas criadas para a franquia foram a Fawn, Iridessa, Rosetta, Silvermist, Vidia  e Perinwinkle.

História

Para a criação da franquia, a Disney tomou como inspiração uma citação do romance The Little White Bird, escrito em 1902: “Quando o primeiro bebê riu, seu riso se quebrou em mil pedaços, e todos eles foram pulando. Esse foi o começo das fadas”;. A história do Disney Fadas é então baseado em uma premissa semelhante: sempre que um bebê recém-nascido ri pela primeira vez, aquele riso viaja, e aqueles que fazem seu caminho para a Terra do Nunca se transformam em uma fada.

A história rendeu seis filmes em longa metragem e dois especiais para a TV. O primeiro saiu em 2008 (Uma Aventura no Mundo das Fadas) e o último saiu em 2015 (O Monstro da Terra do Nunca) – esse, inclusive é de chorar de soluçar.

Acabou?

Após a saída de John Lasseter da direção de animação da Pixar e da Disney, eles resolveram encerrar a Disneytoon.

O estúdio foi criado em 2004 e foi responsável por lançar as sequencias de Rei Leão, A Pequena Sereia, Cinderela, Bambi e muitos outros diretamente para o mercado de home vídeo. As franquias próprias do estúdio incluem Disney Fadas e Aviões, derivado de Carros, da Pixar.

Aviões ganharia uma terceira sequência em 2019, inclusive, mas o projeto foi cancelado. Sem a Disneytoon é pouco provável que Tinker Bell e suas amigas tenham novas histórias para contar. No entanto, os produtos licenciados continuam nas lojas e os curtas-metragens animados continuam sendo reprisados no Disney Channel.

Veja mais sobre esse assunto:

Sobre Paulo Gratão:
Jornalista, escritor, criador e apresentador do canal do YouTube Orelhas & Tiaras, especializado no universo das animações Disney. Há vídeos novos todas às terças e quintas-feiras, ao badalar da meia-noite.
>> YouTube: www.youtube.com/channel/UChJn2bvjVGwm8ihUyqTvh5Q
>> Facebook: www.facebook.com/orelhasetiaras
>> Instagram: www. instagram.com/orelhasetiaras
>> Twitter: www.twitter.com/ OTiaras
>> Fale com ele: paulogratao@outlook.com
Quer receber mais artigos como esse? Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail!
Sobre o Paulo Gratão:
Jornalista, escritor, criador e apresentador do canal do YouTube Orelhas & Tiaras, especializado no universo das animações Disney. Há vídeos novos todas às terças e quintas-feiras, ao badalar da meia-noite.
>> YouTube: www.youtube.com/channel/UChJn2bvjVGwm8ihUyqTvh5Q
>> Facebook: www.facebook.com/orelhasetiaras
>> Instagram: www. instagram.com/orelhasetiaras
>> Twitter: www.twitter.com/ OTiaras
>> Fale com ele: paulogratao@outlook.com
Compartilhar:
Quer falar diretamente com seu público-alvo?
Anuncie aqui!
Nossos canais:
® São Paulo para Crianças é uma marca registrada. Todos os direitos reservados. - desenvolvido por Ideia74
Cadastre-se para ficar por dentro das novidades!